PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

São Paulo amplia vale gás de R$ 100 para todo o estado; veja quem recebe

Vale gás distribuirá três parcelas bimestrais no valor de R$ 100 cada - 	Getty Images/iStockphoto
Vale gás distribuirá três parcelas bimestrais no valor de R$ 100 cada Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

03/08/2021 10h41Atualizada em 03/08/2021 12h15

O governo de São Paulo anunciou hoje que vai ampliar para todas as 645 cidades do estado o vale gás, programa lançado para auxiliar famílias de baixa renda a comprarem botijão de gás. A ampliação fará com que o vale gás seja distribuído a 426.926 famílias, quatro vezes o número de famílias atendidas antes.

Antes, o programa se restringia a 82 municípios. O orçamento total do vale gás irá de R$ 31 milhões para R$ 128 milhões.

O programa distribui três parcelas bimestrais no valor de R$ 100 cada, a serem pagas até o fim deste ano para a compra de botijão de gás de cozinha GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) de 13 kg.

Em julho, 104 mil famílias receberam a primeira parcela, atendendo prioritariamente quem reside em comunidades e favelas, locais de pouca infraestrutura e de alto risco. A primeira parcela já foi disponibilizada para os novos beneficiários.

Quem tem direito

O critério geral, que passa a se aplicado neste mês, inclui as famílias inscritas no CadÚnico e com renda mensal per capita de até R$ 178. Segundo a secretaria de desenvolvimento social, Célia Parnes, serão atendidas prioritariamente pessoas que estão na fila do Bolsa Família.

"São pessoas que estão na extrema pobreza, que tem uma renda mensal de R$ 178 e não recebem o Bolsa Família. Família que estão na fila do Bolsa Família e receberão este apoio para a compra do botijão de gás", disse Célia Parnes.

Para consultar se tem direito ao benefício, a pessoa deve entrar no site do Vale Gás e digitar o número do NIS (Número de Inscrição Social).

Na sequência, o cidadão vai receber mensagem se a sua família é ou não elegível ao benefício, e poderá obter orientações sobre como realizar o saque no site oficial do programa Bolsa do Povo.

O governo paulista destaca que é importante manter dados pessoais atualizados no cadastro do site Bolsa do Povo para receber informações sobre o programa. Caso ainda não tenha feito isso, a pessoa deve acessar a página e preencher o formulário conforme seus documentos pessoais.

A administração estadual alertou ainda que não solicita nenhuma informação por SMS ou Whatsapp e nem envia links. "Todas as informações referentes ao Vale Gás e outros programas inseridos no portal Bolsa do Povo estarão sempre na área restrita do site", diz um comunicado.

Para tirar dúvidas dos usuários, o governo disponibilizou dois números de telefone:

  • Central de Atendimento Direito: 0800 7979 80
  • Assistente Virtual WhatsApp: (11) 98714-2645

Doria faz críticas ao governo federal

Presente no evento, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP) disse que o programa é um "espelho para o Brasil" e que outros estados também estão interessados em oferecer benefícios.

Falando para uma plateia formada em grande parte por prefeitos, Doria ainda fez críticas à atuação do governo federal no combate à pandemia.

"Brasil vive sua fase mais triste e dolorida diante de uma pandemia que já consumiu praticamente a vida de 560 mil brasileiros, e ao lado disso perdemos empregos, perdemos renda e oportunidades, perdemos o direito de ver, perdemos inclusive o prazer de sermos brasileiros, abdicamos do orgulho de sermos brasileiros. País dilacerado por uma pandemia e por governo que investiu em cloroquina em vez de vacina", disse.

Citando sua infecção recente por covid-19, Doria fez elogios à CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a empresa chinesa Sinovac.

"Fui infectado duas vezes pela covid, fiquei duas semanas em casa de quarentena, passei bem, sem nenhum tipo de problemas porque tomei a vacina no braço, a do Butantan. Aquela mesma vacina que falavam que era imprestável, da China é a que está salvando milhões de brasileiros e que salvou minha vida. Eu fui salvo pela vacina", disse.

PUBLICIDADE