PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Agronegócio critica ameaça de veto à carne brasileira nos EUA

Colaboração para o UOL

19/11/2021 14h00

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) repudiou em nota, nesta sexta-feira (19), a tentativa da Associação de Produtores de Carne dos Estados Unidos (NCBA) de impedir a entrada de carne brasileira em solo americano. Pedido nesse sentido foi encaminhado para o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) na última sexta-feira (12).

Em nota, a Confederação afirma que o Brasil nunca teve qualquer caso de forma típica da Encefalopatia Espongiforme Bovina, o mal da vaca louca, e que nos casos atípicos da doença, registrados este ano, foram cumpridos todos os trâmites exigidos pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Segundo ainda a CNA, o país não foi notificado sobre qualquer ação irregular.

Na nota, a CNA disse que a associação americana ou está desinformada sobre a situação brasileira ou está adotando uma postura sem nenhum caráter sanitário.

Os EUA têm mostrado, nos últimos dias, que pretendem interferir no comércio com o Brasil. Na quinta-feira (18), o senador Jon Tester apresentou um projeto de lei pedindo o fim da entrada de carne bovina brasileira no país.

Assim como a China, que suspendeu as importações da proteína animal brasileira no início de setembro, os dois pedidos americanos questionam os processos que o Brasil utiliza para detectar doenças animais e falam sobre a demora em avisar sobre dois casos atípicos de doença da vaca louca.

PUBLICIDADE