PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Golpe rouba número de telefone e conta no Instagram de cliente da Claro

Golpe usa a conta de usuários no Instagram a partir de números de celulares dos clientes para faturar com a venda de anúncios falsos em nome do titular - UOL/Estúdio Rebimboca
Golpe usa a conta de usuários no Instagram a partir de números de celulares dos clientes para faturar com a venda de anúncios falsos em nome do titular Imagem: UOL/Estúdio Rebimboca

Do UOL, em São Paulo

05/03/2022 20h00Atualizada em 08/03/2022 14h43

Golpes contra clientes de operadoras de telefonia celular voltaram a aparecer em postagens nas redes sociais neste fim de semana, após um médico contar em detalhes como funciona uma ação que usa a conta de usuários no Instagram a partir de números de celulares dos clientes para faturar com a venda de anúncios falsos em nome do titular.

No relato, o cardiologista José Alencar narra o passo a passo que golpistas usam para ganhar dinheiro depois de assumirem a conta de um cliente de uma operadora.

O relato recebeu diversos comentários de outros usuários que também sofreram o mesmo problema.

No Twitter, Alencar conta que o golpista fecha a conta do cliente na Claro e abre outra com o mesmo número imediatamente depois, ou faz portabilidade.

Na sequencia, o golpista entra no Instagram do cliente Claro como se fosse fazer login e clica em "esqueci senha".

É nessa hora, independente da qualidade da senha que o golpista recebe um SMS com o link para redefinir senha.

Uma vez de posse do Instagram, os golpistas criam anúncios falsos no stories. O pagamento é por Pix em conta de um laranja. Assim, amigos e seguidores dos que caírem no golpe não poderão fazer nada a respeito para recuperar o dinheiro.

Procurada, a Claro não respondeu à reportagem até a publicação dessa nota.

Três especialistas em segurança cibernética disseram à reportagem, sob pedido de anonimato por causa de regras de confidencialidade com os respectivos clientes que atendem, que o mesmo problema afeta outras operadoras.

O que disse o Instagram

De acordo com nota oficial do Instagram enviada ao UOL, a plataforma "trabalha na implementação de recursos capazes de barrar o acesso de hackers a contas de terceiros, em campanhas educativas de identificação e prevenção a esse tipo de ataque, bem como em ferramentas e processos para a recuperação de contas".

Caso o usuário perca acesso ao telefone cadastrado em sua conta, a empresa orienta a abertura de solicitação de suporte junto à Central de Ajuda.

Segundo a nota, o Instagram reforça que "qualquer pessoa que tiver acesso ao e-mail e/ou telefone cadastrado em uma conta do Instagram poderá ter acesso a ela".

Assim, declara que a autenticação de dois fatores é a opção mais segura a ser feita pelos usuários contra clonagem de chip de celular e golpes. Ao ativar essa opção no aplicativo (Configurações>Segurança>Autenticação de dois fatores), "é necessário inserir um código de segurança gerado pelo aplicativo sempre que tentar fazer login a partir de dispositivo ou navegador da web não reconhecidos".