PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Uber apoia piso salarial para motoristas e entregadores na Austrália

Multa aplicada pelo Procon contra Uber foi de R$ 3 milhões - REUTERS/Andrew Kelly
Multa aplicada pelo Procon contra Uber foi de R$ 3 milhões Imagem: REUTERS/Andrew Kelly

Colaboração para o UOL

Do UOL, em São Paulo

28/06/2022 13h48Atualizada em 28/06/2022 15h24

Em comunicado, o Uber informou que apoia qualquer nova legislação que estabeleça melhores condições de trabalho a motoristas de transporte e delivery na Austrália, o que inclui o estabelecimento de um salário-mínimo e demais benefícios.

Segundo a agência de notícias Bloomberg, a decisão ocorreu após meses de conversa com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes do país. Em uma tentativa de oferecer maior qualidade a seus funcionários, a empresa de tecnologia também está disposta a garantir o direito de seus profissionais se filiarem a sindicatos e negociarem em conjunto.

Em comunicado conjunto com o sindicato, a empresa também afirmou que apoia a criação de um órgão independente que estabeleça padrões de ganhos e benefícios para essa categoria.

O novo governo trabalhista da Austrália, eleito em maio, disse que planeja introduzir uma legislação para proteger e estabelecer padrões mínimos para trabalhadores temporários - movimento que vem ganhando forma também na Europa e nos Estados Unidos.