IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

'Não podemos entrar em 2023 sem o auxílio e o salário mínimo', diz Gleisi

Do UOL, em Brasília

04/11/2022 13h11

A presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PR), disse nesta sexta-feira (4) que a verba para financiar o pagamento do Auxílio Brasil em R$ 600 e o reajuste do salário mínimo acima da inflação são as prioridades para negociar com o Congresso neste fim de ano.

"Não podemos entrar em 2023 sem o auxílio emergencial [Auxílio Brasil] e sem o aumento real do salário mínimo. São coisas que foram contratadas com o povo brasileiro. Tenho certeza que o Congresso tem essa sensibilidade", disse Gleisi a jornalistas após visitar as instalações do CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), local que abrigará a equipe de transição do governo eleito.

A equipe de Lula e o relator do Orçamento de 2023, senador Marcelo Castro (MDB-PI), anunciaram nesta quinta (3) a negociação de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) para financiar o pagamento do programa de transferência de renda e outros benefícios sociais. O valor do impacto do pacote nas contas públicas ainda não está definido.

Gleisi disse que a equipe técnica do PT está conversando com os técnicos do Congresso para analisar a viabilidade da alocação de recursos.

A medida visa permitir ao governo que vai assumir no próximo ano pagar as contas de promessas feitas na campanha sem furar o teto de gastos, regra que impede o descontrole das contas públicas. A PEC tem o objetivo de fixar um valor que pode ser usado acima desse limite.

O objetivo da equipe de Lula é que a PEC seja apresentada para discussão já na próxima semana.