IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Meirelles pede responsabilidade fiscal 'como no primeiro governo Lula'

Henrique Meirelles, na 20ª edição do Fórum Empresarial Lide - Leco Viana/TheNews2/Estadão Conteúdo
Henrique Meirelles, na 20ª edição do Fórum Empresarial Lide Imagem: Leco Viana/TheNews2/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

19/12/2022 18h20

O ex-ministro da Fazenda e ex-chefe do Banco Central Henrique Meirelles pediu hoje a mesma "responsabilidade fiscal" que obteve a primeira gestão de Lula (PT), segundo ele. A declaração foi feita em post publicado nas redes sociais.

É tarefa deste novo governo, no entanto, saber aproveitar a oportunidade para reinstituir a responsabilidade fiscal e entender que o melhor programa social que existe é a criação de emprego. Como no primeiro governo Lula. Henrique Meirelles

Meirelles chegou a ser cotado como possível ministro de Lula, especialmente após declarar apoio ao petista, ainda no primeiro turno.

Apesar da especulação, Lula escolheu o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad para comandar a economia do país a partir de janeiro.

Além de Haddad, foram anunciados outros quatro ministros:

  • José Múcio Monteiro é ex-ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) e amigo pessoal de Lula. Ele foi ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, no segundo mandato do petista.
  • Rui Costa é governador da Bahia e não disputou a reeleição neste ano porque já está no segundo mandato. Ele deixou de concorrer a outro cargo público este ano por articulações do PT.
  • Flávio Dino é ex-governador do Maranhão e senador eleito pelo estado nas eleições deste ano. Na transição de governo, coordena o GT de Justiça e Segurança Pública.
  • Mauro Vieira foi chefe do Itamaraty no governo da ex-presidente Dilma Rousseff e, hoje, é embaixador do Brasil na Croácia.