IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Calendário do Bolsa Família em abril: veja datas de pagamento do mês

Bolsa Família - Reprodução
Bolsa Família Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

07/04/2023 07h10

O Bolsa Família é um programa social do governo federal brasileiro que tem como objetivo combater a pobreza e a desigualdade social. Em março de 2023, foi lançada uma nova versão do programa, que passou a ser chamado de Auxílio Brasil na gestão anterior de Jair Bolsonaro (PL). Uma das principais mudanças foi o aumento dos pagamentos mínimos para R$ 600 por família.

No mês de abril, os pagamentos do Bolsa Família começarão no dia 14 e vão até o dia 28. É importante ressaltar que o calendário Bolsa Família varia de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário. Por isso, é fundamental ficar atento às datas de pagamento para não perder o prazo.

Veja abaixo o calendário de abril do Bolsa Família:

  • NIS final 1: 14 de abril

  • NIS final 2: 17 de abril

  • NIS final 3: 18 de abril

  • NIS final 4: 19 de abril

  • NIS final 5: 20 de abril

  • NIS final 6: 24 de abril

  • NIS final 7: 25 de abril

  • NIS final 8: 26 de abril

  • NIS final 9: 27 de abril

  • NIS final 0: 28 de abril

Regras do Bolsa Família

Para participar do Bolsa Família, é necessário que a família tenha uma renda de até R$ 218 por pessoa e faça a inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo federal. Essa inscrição pode ser feita em um posto de cadastramento ou atendimento da assistência social no município.

Além disso, para continuar recebendo o benefício, as famílias devem cumprir algumas condicionalidades nas áreas de saúde e de educação. Essas condicionalidades incluem a exigência de frequência escolar para crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos das famílias beneficiárias, acompanhamento pré-natal para gestantes, acompanhamento nutricional (peso e altura) das crianças até 6 anos e manutenção do caderno de vacinação atualizado.

Outra novidade do novo Bolsa Família é que as famílias passaram a ter direito a um valor extra para jovens de até 18 anos. Esse adicional varia de acordo com a faixa etária: R$ 150 por criança de 0 a 6 anos, R$ 50 por cada integrante da família entre 7 e 18 anos e R$ 50 por cada gestante na família.

É importante destacar que o Bolsa Família é um programa fundamental para garantir a segurança alimentar e o acesso a serviços básicos para milhões de famílias brasileiras em situação de vulnerabilidade social. Por isso, é fundamental que o calendário de pagamento e as regras do programa sejam divulgados de forma clara e acessível para que todas as pessoas possam se beneficiar desse importante programa social.