Conteúdo publicado há 11 meses

Anvisa proíbe venda de lote de sal da marca Carrefour

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu e mandou recolher um lote de sal da marca Carrefour após constatar que o ingrediente não tinha o teor mínimo de iodo.

O que aconteceu?

Lote 22992 de sal da marca Carrefour foi proibido. A decisão da Anvisa foi publicada hoje no Diário Oficial da União e proíbe a venda, distribuição, fabricação e uso do ingrediente.

Produto não tinha quantidade mínima de iodo, segundo a agência.

Desde a década de 1950, todo sal destinado a consumo humano deve conter iodo. Atualmente, a iodação do sal deve ficar em 20 a 60 ppm (partes por milhão).

Iodo previne bócio, condição em que a glândula tireoide fica inchada. Além disso, tem um papel importante no metabolismo, crescimento físico e neurológico.

Carrefour disse que faz análises recorrentes em todos os produtos da marca própria, e que está em contato com o fornecedor para apurar o fato. Ao UOL, a empresa disse que produto foi testado em maio deste ano, e as amostras estavam dentro dos parâmetros. O Carrefour disse ainda que solicitou a retirada imediata do lote interditado de todas as lojas.

Deixe seu comentário

Só para assinantes