Conteúdo publicado há 2 meses

Spotify cita redução de custos e anuncia demissão de 1.500 funcionários

A Spotify anunciou hoje que cortará 1.500 funcionários ainda nesta semana, sendo a terceira rodada mundial de demissões do ano.

O que aconteceu

O serviço de streaming demitirá 17% do quadro de funcionários. O anúncio foi feito pela manhã e as demissões estão previstas para os próximos dias.

A decisão é para reduzir custos. O CEO da Spotify, Daniel Ek, explicou em carta que há uma lacuna entre o objetivo financeiro da empresa e os atuais custos operacionais.

"Sei que uma redução desta dimensão parecerá surpreendentemente grande, tendo em conta o recente relatório de lucros positivos e o nosso desempenho", disse Ek. No entanto, o executivo afirma que é uma escolha crucial para um Spotify mais eficiente no futuro.

O CEO também disse que haverá uma reorientação estratégica. Ele esclarece que, com uma estrutura mais enxuta, investirão os lucros a partir de uma abordagem mais direcionada e ousada.

O anúncio é a terceira rodada de demissões. Em janeiro, 600 empregados foram demitidos e, em junho, mais 200.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes