Conteúdo publicado há 6 meses

Governo instaura processo contra Facebook por anúncios falsos do Desenrola

A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) instaurou um processo administrativo contra o Facebook pela veiculação de anúncios falsos do Desenrola Brasil, programa para renegociação de dívidas.

O que aconteceu

A Senacon diz que os anúncios têm indícios de desinformação com propósito de fraude bancária ou financeira. O despacho foi publicado hoje no DOU (Diário Oficial da União).

A Meta, dona do Facebook, tem 20 dias úteis para apresentar defesa. Segundo a Senacon, "o não cumprimento do solicitado implicará as consequências legais pertinentes".

Em julho, a Senacon determinou que o Facebook removesse todos os anúncios falsos sobre o Desenrola Brasil. Quatro meses depois, foi aplicada uma multa diária de R$ 150 mil contra a Meta por descumprimento da medida.

Criminosos aplicam golpes usando os anúncios pagos do Facebook. Eles direcionam usuários a links falsos, prometendo quitar dívidas de internautas que cadastrem seus dados. Alguns anúncios falsos também pedem o pagamento de taxas.

Em nota, a Meta informou ao UOL que está removendo anúncios enganosos do Desenrola Brasil. "Reiteramos nossa disposição em seguir colaborando com as autoridades".

Leia a nota da Meta na íntegra:

Não permitimos atividades fraudulentas em nossos serviços e temos removido anúncios enganosos sobre o programa Desenrola Brasil de nossas plataformas, assim que identificados por meio de uma combinação de uso de tecnologia, denúncias de usuários e revisão humana. Reiteramos nossa disposição em seguir colaborando com as autoridades.
Porta-voz da Meta

Deixe seu comentário

Só para assinantes