Cidades em estado de calamidade terão Bolsa Família antecipado

Os beneficiários do Bolsa Família em municípios em estado de calamidade vão receber a íntegra do benefício no primeiro dia dos pagamentos deste mês, 11 de dezembro.

O que aconteceu

Os pagamentos em dezembro terão início na próxima segunda-feira (11) e serão concluídos no dia 22. Para as cidades em crise, a data dos depósitos foi antecipada.

São 151 municípios nessa situação no Amapá, Amazonas, Paraná e Alagoas (Maceió). Na capital alagoana, excepcionalmente, o depósito será feito no dia 12. Para todas as demais, o pagamento integral virá na segunda-feira (11).

Este mês, o valor do benefício será ampliado devido à inclusão dos pagamentos da última parcela do Auxílio Gás no ano.

Há 16 municípios no Amapá, 79 no Paraná e 55 no Amazonas com decretos de estado de calamidade.

Benefícios do Bolsa Família

O programa Bolsa Família, composto por seis benefícios específicos, oferece suporte financeiro variável, atendendo a diferentes situações dos beneficiários:

Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 (valor per capita por membro da família);

Continua após a publicidade

Benefício Complementar (BCO): Valor adicional para famílias com soma de benefícios inferior a R$ 600;

Benefício Primeira Infância (BPI): Adicional de R$ 150 por criança de zero a sete anos;

Benefício Variável Familiar (BVF): Acréscimo de R$ 50 para gestantes e crianças/adolescentes de 7 a 18 anos;

Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Suplemento de R$ 50 para membros com até sete meses (nutriz);

Benefício Extraordinário de Transição (BET): Aplicado em casos específicos até maio de 2025.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes