Conteúdo publicado há 2 meses

Quaker faz recall de barras de cereais nos EUA por suspeita de Salmonella

A Quaker Oats Company está fazendo um recall de barras de granola e cereais nos Estados Unidos devido a um possível risco de contaminação com a bactéria Salmonella.

O que aconteceu

O recall afeta dezenas de produtos Quaker, incluindo certas variedades de barras de granola, caixas de cereais de granola e barras de granola incluídas em caixas de salgadinhos. A empresa compartilhou uma lista dos produtos afetados com a FDA (Food and Drug Administration).

Os produtos foram vendidos em todos os 50 estados do país, bem como em Porto Rico e no território americano de Guam e Saipan, que faz parte de uma comunidade dos EUA.

A Quaker disse em um comunicado que "não recebeu nenhum relato confirmado de doença relacionada aos produtos cobertos pelo recall" e salientou que ela informou a FDA sobre a iniciativa, informa a NBC News.

A lista completa de produtos afetados pelo recall da Quaker, com sua numeração específica, datas de validade e fotos, está disponível no site da empresa. Qualquer pessoa que tenha os produtos listados em suas despensas deve descartá-los, alerta a companhia.

O que a Salmonella pode causar

Salmonella é uma bactéria que pode causar diarreia, febre, cólicas estomacais, náuseas, vômitos e dor de cabeça. A maioria das pessoas pode se recuperar de uma infecção por Salmonella sem tratamento médico específico dentro de quatro a sete dias, segundo os centros nacionais de controle e prevenção de doenças.

No entanto, uma infecção pela bactéria pode ser mais grave em bebês e crianças menores de 5 anos, pessoas com 65 anos ou mais, ou com sistema imunológico enfraquecido, ou que tomam certos medicamentos, como redutores de ácido estomacal.

Continua após a publicidade

Em casos raros, as infecções por Salmonella podem progredir para infecção da urina, sangue, ossos, articulações ou sistema nervoso, incluindo o líquido espinhal e o cérebro, levando a doenças graves, alertam as autoridades de saúde.

Casos anteriores

Vários surtos de Salmonella associados a diferentes empresas chegaram às manchetes nos últimos meses. Até 7 de dezembro, o surto matou oito pessoas — três nos EUA e cinco no Canadá, informaram autoridades de saúde.

No final de novembro, um surto de Salmonella, que supostamente levou a diversas mortes, foi associado a diversas marcas de melão pré-cortado recolhidos. Em outubro, uma marca específica de cebola fatiada também foi associada a um surto de Salmonella que deixou dezenas de pessoas doentes, informou a NBC News.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes