Conteúdo publicado há 1 mês

Governo adia para abril exigência de visto para turistas dos EUA e Canadá

O governo adiou para o dia 10 de abril a exigência de visto para turistas do Canadá, da Austrália e dos Estados Unidos entrarem no Brasil. O UOL confirmou a informação com a Casa Civil. A mudança já foi publicada no Diário Oficial da União.

O que aconteceu

O prazo anterior para a volta da exigência do visto para turistas desses países era o dia 10 deste mês. O prazo já havia sido adiado antes. Inicialmente, era o dia 1º de outubro de 2023.

A mudança de prazo visa evitar a implementação do visto perto da alta temporada no Brasil. Também vai permitir a conclusão da implementação do sistema de vistos, diz o governo. "A intenção é garantir uma introdução segura para a medida, sem consequências para o setor de turismo."

A volta da exigência do visto tem como o objetivo atender à política da reciprocidade, diz o governo. "No governo anterior, foi suspensa a obrigatoriedade de [vistos para] americanos, canadenses, australianos e japoneses. A medida foi dada de graça. Sem reciprocidade. Brasileiros continuaram precisando de visto para viajar para esses países", disse o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, em setembro.

O governo chamou os países para negociar, e o Japão aceitou um acordo, afirmou o ministro. "Os outros alegaram que não era possível pela legislação de cada um deles", disse Vieira à época. O acordo Brasil-Japão estabeleceu a isenção recíproca de visto para estadas de curta duração (até 90 dias).

O governo brasileiro diz que tem interesse em negociar acordos com os demais países. A intenção é negociar a isenção de visto na base da reciprocidade.

A exigência do visto leva em conta a data de chegada do turista em solo brasileiro. Com isso, turistas dos três países que chegarem ao Brasil até 9 de abril estão isentos de apresentar o visto.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes