McDonald's anuncia volta do McFish ao cardápio após 5 anos

O McDonald's anunciou nesta semana o retorno do McFish, um dos hambúrgueres mais pedidos pelos fãs da rede de fast food.

O que aconteceu

A volta do lanche foi anunciada pelas redes sociais. Em uma publicação, o McDonald's anunciou que o hambúrguer de peixe vai ter um estoque "muito limitado", o que causou a empolgação e também a frustração de clientes que pedem o retorno definitivo há cinco anos.

O McDonald's anunciou que as vendas começarão nesta quarta-feira (17). Os fãs têm que acessar uma página para se cadastrar para a compra antecipada do hambúrguer. É necessário colocar informações como nome completo, CPF, email e data de nascimento. Segundo a rede de restaurantes, cerca de 25 mil cadastros foram feitos até as 11h desta terça-feira (16).

O McFish saiu do cardápio dos restaurantes do Brasil em 2019. O lanche é feito com filé de peixe empanado, queijo e molho tártaro. Países como Estados Unidos e Austrália têm a opção no menu fixo.

Apaixonados pelo McFish comemoraram nas redes. O perfil Volta McFish, que reúne mais de 13 mil seguidores, é um movimento que pedia desde 2022 o regresso do hambúrguer. "McFishers, vencemos", resume uma publicação da página.

Em meio a celebração, clientes do McDonald's questionaram a volta temporária. "Só acho que a volta deveria ser definitiva e que deveria ser como em outros países, que tem até McFish duplo", escreveu uma usuária nas redes sociais da marca. "Não me venham com essa de 'estoque limitado', hein? McFish é algo que nunca deveria ter saído do cardápio de vocês", reclamou outro.

Ex-executivo do McDonald's afirma o motivo da saída do lanche. João Branco, que foi vice-presidente de marketing da rede de fast food, diz que os restaurantes recebiam poucos pedidos do McFish. Segundo ele, a montagem de hambúrguer exigia mais atenção dos funcionários, que eventualmente se atrapalhavam com os pedidos, disse, em vídeo de outubro de 2023.

A única razão de o McFish ter saído do cardápio é porque vendia muito pouco. Se vendesse muito mais, não ia atrapalhar em nada e estaria até hoje [no menu].

Continua após a publicidade