Elon Musk tem mais de R$ 1 trilhão: de onde vem a sua fortuna

Elon Musk é dono de uma fortuna de US$ 210,2 bilhões (ou R$ 1,04 trilhão) e é o mais rico do mundo. Ele chegou a ser ultrapassado por alguns dias por Bernard Arnault, do conglomerado LVMH, após uma alta nas ações da empresa de luxo. Mas ele se mantém no topo do ranking, na frente de nomes como Jeff Bezos e Bill Gates, de acordo com o ranking da revista Forbes, e pode ser o primeiro trilionário do mundo em 10 anos.

O bilionário anunciou o primeiro implante do chip cerebral da Neuralink em um ser humano. O dispositivo de interface cérebro-computador (BCI, na sigla em inglês) tem como objetivo permitir que pessoas com paralisia controlem equipamentos externos com seus pensamentos. A empresa foi autorizada em 2023 a testar chips em humanos, mas não forneceu mais detalhes.

De onde vem sua fortuna

Minas de esmeralda na África do Sul. Elon Musk é de uma família de classe alta de Pretória, na África do Sul. O pai, Errol Musk, explorava minas de esmeralda. Musk aprendeu programação sozinho quando era criança e, aos 12, fechou seu primeiro negócio ao escrever um código de videogame e vendê-lo para a revista PC and Office Technology por US$ 500.

Formado em economia e física. Aos 17 anos, Musk se mudou para o Canadá, onde estudou na Queen's University e começou a vender peças de computador e computadores completos para outros alunos. Dois anos depois, foi transferido para a Universidade da Pensilvânia, nos EUA, onde se formou em economia e física. Chegou a ser aprovado em um doutorado em Stanford, na Califórnia, mas abandonou os estudos em poucos dias para criar uma startup com o irmão Kimbal.

Abriu a primeira empresa com dinheiro do pai. Em 1995, Kimbal e Elon Musk criaram o Zip2, um software de guia da cidade para jornais, com US$ 28 mil de capital inicial emprestado pelo pai. Em 1999, os irmãos venderam o Zip2 por US$ 307 milhões. Elon ficou com US$ 22 milhões.

Com investimento de mais da metade dos seus ganhos, Elon Musk co-fundou o X.com, um serviço de pagamentos online. A empresa se fundiu com sua principal concorrente e se tornou o PayPal, com Elon como acionista majoritário. Em 2002, o eBay comprou o PayPal, o que rendeu um lucro de US$ 180 milhões ao empresário. Aos 31 anos, Elon Musk já acumulava um patrimônio de US$ 165 milhões.

Criou seis empresas

Criou a SpaceX em 2002 e a Tesla em 2003. Em 2010, dois anos após ser salva da falência por um empréstimo de US$ 456 milhões do governo dos EUA, a empresa de carros elétricos Tesla se tornou a primeira montadora norte-americana a ter suas ações negociadas na Bolsa desde a Ford, em 1956. A empresa produtora de foguetes quase quintuplicou seu valor em quatro anos e vale atualmente quase US$ 150 bilhões após uma oferta pública de compra de US$ 750 milhões em junho de 2023. Já a startup de escavação Boring Company, criada para combater o trânsito, levantou US$ 675 milhões em abril de 2022 com uma avaliação de US$ 5,7 bilhões.

Divórcio e suposta quase falência. No final de 2008, Elon se divorciou de sua primeira esposa, Justine Musk, o que mexeu com suas finanças. O empresário chegou a dizer que "ficou sem dinheiro" e estava vivendo de empréstimos de amigos enquanto tentava manter suas empresas funcionando. Em 2012, Elon Musk apareceu pela primeira na lista dos mais ricos da Forbes, com um patrimônio líquido de US$ 2 bilhões.

Continua após a publicidade

O primeiro lugar como mais rico do mundo veio em 2022, com o salto nas ações da Tesla. O empresário possui cerca de 21% da empresa entre ações e opções, mas comprometeu mais da metade de suas ações como garantia para empréstimos pessoais de até US$ 3,5 bilhões, de acordo com a Forbes.

Co-fundou seis empresas. O empresário também é cofundador da SolarCity, fornecedora de sistemas de energia solar, que foi incorporada à Tesla.

Comprou o X/Twitter. Em abril de 2022, o conselho do Twitter concordou em vender a empresa para Musk por US$ 44 bilhões depois que ele revelou uma participação de 9,1% e ameaçou uma aquisição hostil. O acordo foi concluído em outubro de 2022, depois que Musk tentou desistir e o Twitter o processou. Musk possui aproximadamente 74% da empresa, que agora se chama X e já perdeu grande parte do seu valor.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes