Conteúdo publicado há 1 mês

INSS prevê reduzir para 30 dias prazo para concessão de aposentadoria

O INSS quer reduzir para 30 dias a fila para concessão de benefícios, como aposentadoria e pensões.

O que aconteceu

A meta é reduzir o tempo de análise dos pedidos até o fim de 2024, segundo o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto. Ele foi entrevistado pelo R7.

Hoje, o tempo médio de espera é de 47 dias, segundo cálculo do governo. A lei prevê que a perícia médica deve ser feita em até 45 dias. "O ministro [da Previdência Social, Carlos Lupi] e eu mesmo apostamos em 45 dias. Claro que ficamos chateados, mas chegamos bem perto".

São 1,5 milhão de pedidos em análise. "A fila baixou. Nós recebemos com mais de 2 milhões e estamos entregando com 1,5 milhão. É importante reduzir a fila, que mostra que estamos conseguindo entregar mais rápido o benefício".

Stefanutto diz que "esperar quatro, cinco e até sete meses" por um benefício "é uma coisa muito cruel". Ele acrescentou que a concessão de benefícios do INSS ainda precisa melhorar muito nos estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, no "cinturão do Brasil mais profundo".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes