Bolsas

Câmbio

Petróleo pode cair à casa dos US$ 20 com depreciação do yuan, diz Morgan Stanley

Swati Verma

(Reuters) - Uma rápida depreciação da moeda chinesa, o yuan, poderia pressionar os preços do petróleo para a casa dos US$ 20 o barril, disse nesta segunda-feira o banco Morgan Stanley.

A instituição financeira vê a entrada de nova oferta, proveniente do Irã, como algo que deverá manter o mercado com excesso de suprimento ao longo de 2016, sem novidades em relação ao atual cenário.

"A sobreoferta levará o petróleo para faixas de preço que deverão desacelerar investimentos, mas isso não muda o nível das cotações", disseram os analistas do Morgan Stanley, adicionando que fatores não-fundamentais, como o dólar, vão continuar a guiar os preços.

"Dada a contínua valorização do dólar, cenários de petróleo a entre US$ 20 e US$ 25 são possíveis simplesmente devido ao câmbio".

Uma alta de 3,2% no dólar implicou em uma desvalorização de 15% no uan, que poderia pressionar o petróleo para uma baixa de entre 6% e 15%, ou entre US$ 2 e US$ 5 o barril, disse o Morgan Stanley em nota.

O banco vê um preço médio para 2016 para o Brent em US$ 49 por barril.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos