Bolsas

Câmbio

BC deixa de anunciar leilões de swaps reversos e tradicionais para terça-feira

  • Zia Mazhar/AP

SÃO PAULO, 18 Abr (Reuters) - O Banco Central sinalizou que vai observar o mercado para decidir se fará intervenções no câmbio na terça-feira, ao não divulgar no fim da tarde de segunda-feira (18) leilões de swaps cambiais reversos e tradicionais para rolagem, um dia após a Câmara dos Deputados aprovar o processo de abertura de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

A assessoria de imprensa do BC informou que a ausência de comunicados nesta sessão não significa necessariamente que o BC não atuará no mercado de câmbio.

Na sexta-feira, o BC também não anunciou os leilões. No entanto, logo cedo na sessão de ontem, a autoridade monetária anunciou a oferta de swaps reversos. O BC ofertou swaps reversos, equivalentes a compra futura de dólares, nas últimas oito sessões para sustentar a moeda norte-americana.

Na véspera, a atuação do BC se sobrepôs ao otimismo após a aprovação na Câmara da abertura do processo de impeachment da presidente Dilma e o dólar fechou em alta superior a 2% frente ao real. 

Com o cenário de queda do dólar em meio ao otimismo com a possibilidade de troca de governo, o BC também tem reduzido a rolagem de swaps tradicionais, equivalentes a venda futura de dólares.

Desde segunda-feira da semana passada, quando colocou apenas parcialmente a oferta, o BC não realizou mais leilões para rolagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos