Bolsas

Câmbio

Mercados chineses recuam antes de referendo no Reino Unido

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - As bolsas da China recuaram nesta quinta-feira (23), mas o volume de negociação foi baixo uma vez que a maioria dos investidores se manteve afastada na expectativa do resultado do referendo no Reino Unido sobre a permanência na União Europeia (UE).

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,53%, enquanto o índice de Xangai teve baixa de 0,46%.

A maioria das pesquisas de opinião mostram os campos "sair" e "permanecer" em uma disputa apertada para o referendo britânico desta quinta-feira. Os resultados começarão a ser divulgados no inicio da sexta-feira na Ásia.

Além dos temores em relação ao referendo, os investidores também estão preocupados com a saúde da economia da China, e o risco de mais enfraquecimento do iuan.

"A maioria das pessoas a esse ponto espera alta no mercado" diante das expectativas de que a votação vai favorecer a permanência britânica na UE", disse o estrategista do Nissay Asset Management Isao Kubo.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 1,07%, a 16.238 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 0,35%, a 20.868 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC perdeu 0,46%, a 2.892 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 0,53%, a 3.117 pontos.
  • Em Seul, o índice Kospi teve desvalorização de 0,29%, a 1.986 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou baixa de 0,45%, a 8.676 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times valorizou-se 0,28%, a 2.793 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,18%, a 5.280 pontos.

(Reportagem de Samuel Shen, Nathaniel Taplin e Saikat Chatterjee)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos