Ações atingem pico em sete semanas, apoiadas por farmacêuticas

Por Sudip Kar-Gupta e Alistair Smout

LONDRES, 15 Ago (Reuters) - O mercado acionário europeu atingiu a máxima em sete semanas durante a sessão nesta segunda-feira, impulsionado por ações do setor de saúde após o grupo farmacêutico belga UCB obter uma decisão judicial favorável nos Estados Unidos.

O STOXX 600 chegou a bater 347 pontos durante a sessão, a máxima desde junho, mas fechou praticamente estável a 346 pontos. Foi o pico do STOXX 600 desde a queda dos mercados na sequência da decisão britânica de sair da União Europeia (UE).

Embora o STOXX permaneça com uma queda de cerca de 5 por cento desde o início de 2016, ele acumula cerca de 12 por cento de alta desde a mínima atingida em 27 de junho, após a votação no Reino Unido.

O índice europeu FTSEurofirst 300 fechou com variação positiva de 0,02 por cento, a 1.363 pontos.

A UCB subiu 8,9 por cento depois que um tribunal norte-americano confirmou a validade de uma patente relacionada com o produto Vimpat, elevando outras ações de saúde.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,36 por cento, a 6.941 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,24 por cento, a 10.739 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 teve desvalorização de 0,05 por cento, a 4.497 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib não operou.
Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou variação positiva de 0,05 por cento, a 8.720 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 recuou 0,27 por cento, a 4.815 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos