Bolsas

Câmbio

Mercados têm alta em meio a apostas de que Hillary vença eleições dos EUA

XANGAI (Reuters) - Os mercados da China atingiram a máxima de 10 meses nesta terça-feira (8), acompanhando a alta em Wall Street diante da crescente sensação de alívio de que Hillary Clinton provavelmente vencerá a eleição presidencial nos Estados Unidos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,44% e o índice de Xangai teve alta de 0,47%, para 3.147 pontos, nível mais alto desde o início de janeiro.

O otimismo compensou as preocupações sobre a saúde econômica da China, com dados mostrando que as exportações e as importações do país caíram mais do que o esperado em outubro.

O restante das bolsas da região também teve alta, com exceção do Japão, com os mercados mundiais se preparando para o resultado de uma das mais controversas eleições presidenciais dos EUA.

Mas o japonês Nikkei devolveu os ganhos iniciais para fechar praticamente estável, uma vez que o iene avançou após as perdas registradas na segunda-feira.

  • Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,03%, a 17.171 pontos.
  • Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 0,47%, a 22.909 pontos.
  • Em Xangai, o índice SSEC ganhou 0,47%o, a 3.148 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,44%, a 3.371 pontos. 
  • Em Seul, o índice Kospi teve valorização de 0,29%, a 2.003 pontos.
  • Em Taiwan, o índice Taiex registrou alta de 0,3%, a 9.217 pontos.
  • Em Cingapura, o índice Straits Times valorizou-se 0,69%, a 2.820 pontos.
  • Em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,13%, a 5.257 pontos.

(Por Luoyan Liu e John Ruwitch, Nichola Saminather)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos