Bolsas

Câmbio

Monte Paschi cai ainda mais, na contramão da tendência estável para ações europeias

MILÃO/LONDRES (Reuters) - As ações europeias caíram ligeiramente em uma sessão fraca antes do feriado nesta quinta-feira, puxadas pelo desempenho negativo de ações financeiras e de mineração, enquanto a probabilidade de um resgate estatal levou o banco italiano Monte dei Paschi a uma nova mínima recorde.

O STOXX 600 caiu 0,2 por cento, recuando pela segunda sessão consecutiva, mas permaneceu próximo do nível mais alto desde 4 de janeiro atingido na terça-feira.

O índice de bancos da Europa, que tocou sua máxima em mais de 11 meses no início de dezembro, caiu 0,6 por cento, com investidores realizando lucros após o recente rali.

O Monte Paschi teve um recuo de 7,5 por cento para seu menor nível desde que foi listado em 1999. O terceiro maior banco da Itália e o mais antigo do mundo não conseguiu encontrar um investidor âncora para seu plano de resgate privado na quarta-feira, tornando o resgate estatal inevitável.

"As várias tentativas de recapitalizar o banco através do setor privado falharam e o Estado agora provavelmente deve entrar", disse o administrador de fundos da Aberdeen Asset Management Rahul Kalia.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,32 por cento, a 7.063 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,11 por cento, a 1.456 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,02 por cento, a 4.834 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,49 por cento, a 19.121 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35  registrou baixa de 0,41 por cento, a 9.333 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,72 por cento, a 4.612 pontos.

(Por Danilo Masoni)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos