Bolsas

Câmbio

Dor de cabeça, insetos e iates: desculpas de britânicos para não entregar imposto no prazo

Adela Suliman

"Minha declaração de impostos estava no meu iate, que pegou fogo". Esta é apenas uma das desculpas incomuns que os coletores de impostos do governo britânico dizem receber todos os anos de contribuintes que não entregaram suas declarações a tempo.

"Uma vespa no meu carro me levou a causar um acidente e minha declaração, que estava dentro, foi destruída" é mais uma, enquanto outros culpam crianças, parceiros ou colegas por destruírem acidentalmente seus formulários.

"É fácil perceber que algumas desculpas para não entregar a declaração de impostos a tempo são mais questionáveis que outras", afirma Ruth Owen, diretora-geral de atendimento ao cliente da Receita e Alfândega de Sua Majestade (HMRC).

"Mas sempre haverá ajuda e suporte a quem tem uma desculpa genuína para não entregar a declaração a tempo", afirmou em nota.

Normalmente, contribuintes que fazem a própria declaração têm até o dia 31 de janeiro para preencher seus formulários e pagarem os impostos pendentes.

O escritório da HMRC afirma que espera receber cerca de 11 milhões de declarações deste ano.

"Minha mulher me ajuda com minha declaração, mas ela teve uma dor de cabeça por dez dias" foi uma desculpa que não teve sucesso no recurso para evitar a multa da HMRC por descumprir o prazo, que começa em 100 libras (cerca de R$ 400).

Outros, porém, foram mais simples: "O carteiro não entrega na minha casa".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos