Bolsas

Câmbio

Diretora do Facebook pede mudanças em políticas dos EUA para ajudar pais e mães que trabalham

Por Laila Kearney

NOVA YORK (Reuters) - A COO (chefe operacional) do Facebook, Sheryl Sandberg, postou uma mensagem no Dia das Mães neste domingo fazendo um apelo para que as políticas federais e corporativas passem a ajudar mães que trabalham, citando aumento do salário mínimo, licença-maternidade paga e creches mais acessíveis.

Sandberg, uma das vozes influentes do meio corporativo norte-americano e autora do best-seller "Faça Acontecer - Mulheres, Trabalho e a Vontade de Liderar", de 2013, disse que o governo dos EUA e as empresas devem fazer mais para ajudar pais, especialmente mulheres solteiras, que têm dificuldade para criar seus filhos garantindo a sua segurança e bem-estar.

"É a hora das nossas políticas públicas proverem o que nossas famílias merecem e os nossos valores exigem", escreveu Sandberg, que tem 47 anos de idade e é mãe viúva, em sua página pessoal no Facebook.

"Todos temos a responsabilidade de ajudar as mães e os pais a equilibrarem suas responsabilidades no trabalho e em casa".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos