Bolsas

Câmbio

PDG Realty seguirá focada em vendas à vista para reforçar caixa, diz presidente

SÃO PAULO (Reuters) - A construtora e incorporadora PDG Realty priorizou vendas à vista no primeiro trimestre para reforçar seu caixa e pretende prosseguir com essa estratégia nos próximos meses, afirmou nesta terça-feira o presidente da empresa, ​Vladimir Kundert Ranevsky.

Em teleconferência com analistas sobre o balanço do primeiro trimestre, o executivo destacou que a empresa também adotará "máxima austeridade" para conter despesas e ganhar produtividade, enquanto concentra os esforços na elaboração do plano de recuperação judicial.

"Estamos elaborando plano de recuperação que deve ser entregue até início de junho, dentro do prazo de 60 dias estabelecido pelo juiz", disse, acrescentando que a PDG terá seis meses para aprová-lo junto aos credores.

Entre janeiro e março, as vendas brutas da PDG caíram 80 por cento na comparação anual, para 81 milhões de reais, enquanto os distratos totalizaram 141 milhões de reais. Como resultado, as vendas líquidas ficaram negativas em 60 milhões no primeiro trimestre.

A companhia amargou prejuízo líquido de 275,72 milhões de reais nos três primeiros meses deste ano, 33 por cento inferior à perda de 410,48 milhões de reais apurada em igual período de 2016.

O pedido de recuperação da PDG foi apresentado em 22 de fevereiro e deferido pela justiça em 2 de março.

Às 11:40, as ações da PDG oscilavam ao redor da estabilidade, a 2,28 reais.

(Por Gabriela Mello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos