Bolsas

Câmbio

Produção de açúcar da Índia saltará em 17/18 com boas chuvas, diz indústria

Por Rajendra Jadhav

MUMBAI (Reuters) - A produção de açúcar da Índia em 2017/18 provavelmente saltará em um quarto ante a temporada anterior para 25 milhões de toneladas, conforme estão previstas decentes chuvas de monção, disse à Reuters um dirigente da indústria.

Essa recuperação do volume de produção para níveis próximos aos de consumo poderia prejudicar a demanda por importações do maior consumidor mundial do adoçante, arrastando os preços internacionais que já estão perto de seus mais baixos valores em mais de um ano.

A Índia foi forçada a importar 500 mil toneladas de açúcar na safra 2016/17 que termina em 30 de setembro, após um forte fenômeno climático de El Niño ter resultado em severas secas em 2015.

"O suprimento local será suficiente para satisfazer a demanda. Nós não precisamos mais de importações", disse Prakash Naiknavare, diretor-gerente da Federação Nacional de Usinas de Açúcar Cooperativas, nesta quarta-feira.

Uma forte recuperação na safra da Índia teria potencial de afetar o Brasil, o maior produtor e exportador de açúcar.

A monção da Índia, que está prevista para entregar chuvas normais em 2017, atingiu a costa sudoeste do país na terça-feira, dois dias antes do habitual.

"Na próxima temporada, esperamos uma forte recuperação na produção de Maharashtra devido às chuvas de monção", disse Naiknavare.

O estado ocidental de Maharashtra é o segundo produtor de açúcar da nação. Uma queda acentuada na produção lá devido a secas consecutivas levou o país a permitir importações isentas de impostos.

A produção de Maharashtra caiu 50 por cento em relação ao ano anterior para 4,18 milhões de toneladas em 2016/17, mas a produção da próxima temporada deverá crescer 62 por cento para 6,8 milhões de toneladas, disse Naiknavare.

"As boas chuvas do ano passado permitiram que os agricultores aumentassem a área de cana. Este ano também esperamos chuvas amplas que irão aumentar os rendimentos."

A produção no Estado do norte de Uttar Pradesh, o principal produtor de açúcar do país, deverá aumentar 5 por cento na próxima temporada para um recorde de 9,2 milhões de toneladas, disse Naiknavare.

Na semana passada, a Índia aumentou cerca de 11 por cento os preços que as usinas de açúcar devem pagar aos produtores de cana na temporada 2017/18.

Esse aumento de preços e as boas chuvas de monção também devem elevar a quantidade de terras dedicadas ao cultivo de cana na temporada 2018/19, disse Sanjeev Babar, diretor-gerente da federação das usinas de Maharashtra.

"A produção em 2018/19 será maior do que no próximo ano. O aumento depende do plantio nos próximos meses", disse ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos