Bolsas

Câmbio

Ibovespa cai tendo JBS como destaque negativo; cautela com política persiste

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa operava no vermelho nesta sexta-feira, com as ações da JBS liderando as perdas após operação da Polícia Federal envolvendo a empresa e com o persistente clima de cautela no quarto dia do julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da chapa Dilma-Temer.

Às 11:49, o Ibovespa caía 0,52 por cento, a 62.428 pontos. O giro financeiro era de 1,6 bilhão de reais.

A expectativa é de que o julgamento seja concluído nesta sexta-feira, com a absolvição da chapa que venceu as eleições em 2014, o que manteria o presidente Michel Temer à frente do comando do país. No entanto, o cenário ainda não é de alívio para Temer, que enfrenta também inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeitas de corrupção, obstrução à Justiça e organização criminosa, após ter sido divulgada gravação de conversas entre o presidente e um dos sócios da JBS.

"Possivelmente teremos o desfecho do julgamento da chapa Dilma-Temer pelo TSE, mas não deve haver surpresas... Resta ver como ficará a situação posterior, com possível denúncia do presidente pela Procuradoria-Geral da República e o PSDB dividido", escreveu o economista-chefe da corretora Modalmais, Alvaro Bandeira, em relatórios a clientes.

A cautela com o cenário político reduzia o impacto positivo da desaceleração da inflação do país, que ficou em 3,60 por cento nos 12 meses até maio, muito abaixo da meta oficial, de 4,5 por cento. O número ficou aquém da expectativa em pesquisa Reuters e é o mais fraco desde maio de 2007.

DESTAQUES

- JBS ON perdia 4,41 por cento, liderando as perdas do Ibovespa, tendo como pano de fundo a operação da Polícia Federal envolvendo a JBS e a FB Participações para apurar se houve uso indevido de informações privilegiadas por parte das empresas em transações de mercado financeiro ocorridas entre abril e maio de 2017.

- NATURA ON caía 2,43 por cento, após a empresa entrar em negociações exclusivas com a francesa L'Oreal para compra da marca de cosméticos The Body Shop por 1 bilhão de euros.

- ITAÚ UNIBANCO PN tinha baixa de 1,27 por cento e BRADESCO PN perdia 1,24 por cento, reforçando o viés negativo do Ibovespa devido ao peso dessas ações em sua composição. Os demais papéis do setor bancário também cediam, com SANTANDER UNIT em baixa de 1,26 por cento e BANCO DO BRASIL ON perdendo 1,59 por cento.

- PETROBRAS PN subia 1,09 por cento e PETROBRAS ON ganhava 0,51 por cento, com os papéis sustentados por recentes anúncios da petroleira na direção de mais governança, em sessão de leves variações para os preços do petróleo no mercado inernacional. [O/R]

- VALE PNA tinha alta de 0,74 por cento e VALE ON avançava 1,04 por cento, mantendo o tom positivo da véspera, na esteira de dados da balança comercial da China, principal mercado da mineradora, com os números sugerindo que a economia chinesa está resistindo melhor que o esperado.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos