Bolsas

Câmbio

Importação de açúcar pela China em maio sobe além do esperado antes de mudança em tarifa

PEQUIM (Reuters) - A China aumentou as importações de açúcar em níveis acima do esperado, uma vez que refinarias se apressaram para garantir o adoçante antes que Pequim colocasse elevadas tarifas sobre o açúcar estrangeiro durante o mês, mostraram dados nesta sexta-feira.

O maior importador global de açúcar comprou no exterior 186.765 toneladas de açúcar em maio, volume 38 por cento maior do que o importado no ano passado, mostraram dados alfandegários nesta sexta-feira.

Alguns analistas disseram que estavam esperando um volume menor, entre 100 mil e 150 mil toneladas, uma vez que refinarias estavam aguardando para receber novas licenças de importação.

No fim de maio, a China impôs pesados impostos sobre importações de açúcar que excedem a cota, tornando muito mais cara a importação de grandes produtores como Tailândia e Brasil, após forte pressão de usinas de açúcar domésticas.

O país também reduziu as licenças para essas importações para quase metade do permitido no ano passado.

As importações caíram ligeiramente ante o mês anterior, quando a China importou 190 mil toneladas, segundo dados da Administração Geral de Alfândegas.

(Por Hallie Gu e Josephine Mason)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos