Bolsas

Câmbio

Operação Carne Fraca

Canadá aumenta a inspeção da carne bovina brasileira importada

WINNIPEG, Manitoba, 28 Jun (Reuters) - O Canadá ampliou a inspeção da carne importada do Brasil e passou a verificar provisoriamente todas as cargas, após a Polícia Federal brasileira lançar a operação Carne Fraca para investigar um esquema de corrupção envolvendo fiscais sanitários, afirmou a Agência Canadense de Inspeção de Alimentos (CFIA).

Os novos protocolos, que começaram em 10 de abril, envolvem a inspeção de todas as importações brasileiras de carne em cinco carregamentos consecutivos de cada unidade aprovada e para cada categoria de produto, disse a porta-voz da CFIA, Maria Kubacki.

O Canadá é um pequeno comprador de carne bovina brasileira, importando o equivalente a 21 milhões de dólares canadenses (US$ 16,1 milhões) no ano passado, de acordo com a Agriculture and Agri-Food Canada.

Inspeções completas pelo Canadá incluem análises de agentes patogênicos em produtos de carne prontos para consumo, testes de resíduos químicos e análise completa das embalagens utilizados para carnes enlatadas.

Anteriormente, a CFIA realizava uma inspeção aleatória completa a cada dez remessas consecutivas de cada unidade brasileira. As outras nove cargas eram analisadas visualmente.

Problemas sanitários

A polícia brasileira fez incursões em unidades de empresas como a JBS e BRF BRF em março, assim como em uma dúzia de frigoríficos rivais, por suspeita de pagamento de propina a inspetores sanitários.

Os Estados Unidos proibiram as importações de carne in natura do Brasil na semana passada, após uma alta percentagem dos carregamentos de carne brasileira não passarem nas inspeções. 

O Canadá rejeitou seis remessas de carne bovina brasileira de um total de 191 embarques desde 10 de abril, de acordo com a CFIA. Bloqueou em maio as importações de uma unidade da JBS no Brasil que não atendeu requisitos de segurança alimentar, e retirou da lista duas outras em março.

As remessas rejeitadas apresentavam defeitos na lata que poderiam levar à deterioração.

A proibição dos Estados Unidos à carne bovina brasileira in natura provavelmente não criará muitas oportunidades para os canadenses, disse Dennis Laycraft, vice-presidente executivo da associação dos criadores de bovinos do Canadá.

A carne produzida no Brasil é mais parecida com a produzida pela Austrália e pela Nova Zelândia, onde o gado é criado principalmente no pasto.

(Por Rod Nickel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos