Bolsas

Câmbio

Dois diretores do BNDES pedem demissão

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - Os diretores do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Vinicius Carrasco e Claudio Coutinho pediram demissão de seus cargos nesta sexta-feira, confirmou a instituição de fomento, por meio de sua assessoria de imprensa.

Carrasco respondia pela área de Planejamento e Pesquisa do banco e Coutinho pelas áreas de Crédito e Financeira e Internacional.

O BNDES não explicou o motivo dos pedidos de demissão.

A saída de Carrasco e Coutinho ocorre na esteira da renúncia Maria Silvia Bastos Marques da presidência da instituição em maio, uma semana depois que delação de Joesley Batista, um dos controladores da JBS, mostrou o empresário reclamando ao presidente Michel Temer de entraves a seus interesses no BNDES e citando o nome de Maria Silvia.

A saída da executiva ocorreu também poucos dias depois de ela ter anunciado a criação de uma comissão interna para avaliar operações do BNDES com a JBS.

A presidência do BNDES foi assumida por Paulo Rabello de Castro, que afirmou em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo publicada nesta sexta-feira que a nova taxa de juros do BNDES, TLP, criada durante o mandato de Maria Silvia, "pode prejudicar as empresas tomadoras de crédito na instituição ao reduzir a previsibilidade das condições dos financiamentos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos