Bolsas

Câmbio

Ibovespa tem leve alta com Braskem liderando ponta positiva

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista tinha leve alta nesta quarta-feira, tendo as ações da Braskem liderando a ponta positiva após informação sobre início de conversas para revisão de acordo de acionistas, enquanto investidores acompanham o início da temporada de balanços.

Às 11:00, o Ibovespa subia 0,27 por cento, a 65.517 pontos. O giro financeiro era de 882,2 milhões de reais.

A temporada de divulgação de resultados corporativos, que começou nesta quarta-feira com os números da Weg, deve ganhar força na próxima semana, tomando o centro das atenções do mercado em meio à relativa calmaria do noticiário político, com o recesso no Congresso Nacional.

Apesar disso, o cenário político segue no radar, com os investidores de olho nas articulações do presidente Michel Temer para tentar avançar sua agenda de reformas enquanto busca apoio para barrar a denúncia por corrupção passiva na Câmara dos Deputados.

"Sem sinais de recuperação da atividade no curto prazo e, consequentemente, da arrecadação, torna-se cada vez mais certa a elevação de impostos", escreveram os analistas da corretora Guide Investimentos em nota a clientes.

DESTAQUES

- BRASKEM PNA tinha alta de 2,48 por cento, liderando a ponta positiva do Ibovespa, após a Petrobras iniciar tratativas com a Odebrecht para revisar o acordo de acionistas da petroquímica, que busca aprimorar a governança corporativa e o relacionamento societário entre as partes.

- PETROBRAS PN subia 1,31 por cento e PETROBRAS ON avançava 0,74 por cento, acompanhando o movimento dos preços do petróleo no mercado internacional. Também no radar estavam notícias sobre a empresa, como a licença obtida pela petroleira junto ao Ibama para iniciar a produção de óleo e gás natural em Libra, no pré-sal da Bacia de Santos. [O/R]

- VALE PNA ganhava 0,89 por cento VALE ON tinha valorização de 0,64 por cento, em dia de ganhos para os contratos futuros do minério de ferro e após a suspensão da ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF) no caso da Samarco.

- JBS ON caía 1,27 por cento, entre os destaques negativos do Ibovespa. Os papéis da empresa têm mostrado bastante volatilidade desde a delação de seus executivos e com investidores atentos ao noticiário envolvendo a companhia e à espera de novidades sobre venda de ativos da controladora J&F Investimentos. Em um dos mais recentes desdobramentos, a Justiça em São Paulo extinguiu a ação popular contra Joesley Batista, um dos donos da JBS, por suposto lucro obtido com a venda de dólares antes da divulgação da gravação de conversa com o presidente Michel Temer.

- WEG ON tinha baixa de 0,5 por cento, devolvendo os ganhos iniciais, quando chegou a subir quase 1 por cento. A fabricante de motores elétricos e tintas industriais abriu a temporada de balanços, reportando lucro líquido de 272,2 milhões de reais no segundo trimestre deste ano, alta de 6,7 por cento ante igual período do ano passado.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos