Bolsas

Câmbio

Bovespa ronda estabilidade com intenso noticiário corporativo; Estácio sobe 6%

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista rondava a estabilidade nesta sexta-feira, em mais uma sessão de intenso noticiário corporativo, com as ações da Sabesp entre as maiores quedas após pedido de adiamento de revisão tarifária, enquanto Estácio Participações subia cerca de 6 por cento.

Às 11:54, o Ibovespa subia 0,05 por cento, a 65.308 pontos. O giro financeiro era de 1,9 bilhão de reais.

O cenário externo também era mais negativo para ativos de risco e ajudava a tirar fôlego do mercado acionário local. Em Wall Street, o S&P 500 tinha queda de 0,40 por cento.

Localmente, o mercado segue atento às articulações do presidente Michel Temer, em meio ao recesso parlamentar, para barrar a admissibilidade de denúncia pelo plenário da Câmara dos Deputados. Além disso, as atenções também se voltam para a situação fiscal do país.

Corroborando com as preocupações com cumprimento da meta fiscal, o setor público consolidado brasileiro registrou déficit primário de 19,552 bilhões de reais em junho, pior resultado histórico para o mês, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira

DESTAQUES

- ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES ON subia 6 por cento após divulgar lucro líquido de 166,3 milhões de reais no segundo trimestre, revertendo prejuízo de quase 20 milhões de reais registrado um ano antes.

- PETROBRAS PN subia 0,69 por cento e PETROBRAS ON avançava 0,88 por cento, em linha com o movimento dos preços do petróleo no mercado internacional.

- VALE PNA ganhava 1,11 por cento e VALE ON tinha alta de 1,41 por cento, em sessão de alta para os contratos futuros do minério de ferro na China.

- USIMINAS PNA avançava 1,39 por cento, tendo no radar os dados do segundo trimestre da empresa. No período, a maior produtora de aços planos do Brasil em capacidade teve lucro líquido de 176 milhões de reais, revertendo o prejuízo líquido de 123 milhões de reais do mesmo período do ano passado.

- MULTIPLAN ON tinha alta de 2,60 por cento, após a administradora de shopping centers reportar lucro líquido de 104,5 milhões de reais no segundo trimestre, alta de 5,9 por cento ante o mesmo período de 2016.

- RD RAIA DROGASIL caía 1,26 por cento. No radar estava o resultado referente ao segundo trimestre da empresa, que mostrou queda de 12 por cento no lucro líquido ante o mesmo período do ano passado, para cerca de 138 milhões de reais, afetado por uma queda nas vendas do período.

- JBS ON recuava 1,9 por cento, após acumular alta de 14 por cento nos últimos três pregões.

- SABESP ON cedia 1,7 por cento, entre as maiores quedas do Ibovespa, após a empresa de saneamento básico informar que pediu à Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) a postergação por sete dias do inicio das etapas do cronograma de revisão tarifária da companhia.

- ECORODOVIAS ON caía 1,64 por cento, tendo como pano de fundo o resultado do segundo trimestre. A empresa reportou alta de 77,2 por cento no lucro do segundo trimestre ante igual período do ano passado, apoiado em aumento de tarifas de pedágio e de tráfego nas rodovias. Segundo analistas da corretora Coinvalores, o bom resultado nas rodovias compensou a pressão dos números vindos do Ecoporto, que seguem como fator de preocupação para a empresa.

- SANTANDER UNIT recuava 0,35 por cento. No radar estavam os números referentes ao segundo trimestre, que mostraram alta de 40 por cento no lucro ante igual período do ano passado. Segundo analistas do BTG Pactual, os números do Santander Brasil foram fortes, mas dentro do esperado.

- EMBRAER ON recuava 0,69 por cento, devolvendo os ganhos vistos mais cedo, quando subiu 3,35 por cento. Investidores avaliavam os resultados da fabricante de aviões, que teve lucro líquido de 59 milhões de dólares no segundo trimestre, abaixo da estimativa consensual de 79 milhões de dólares compilada pela Thomson Reuters.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos