Bolsas

Câmbio

Preços do petróleo recuam 2,5% por força no dólar e dados fracos de demanda na China

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram mais de 2,5 por cento nesta segunda-feira em uma sessão volátil, uma vez que a força no dólar e dados de fraca demanda doméstica na China derrubaram os valores que haviam recebido um breve impulso das preocupações sobre possíveis reduções na oferta de petróleo da Líbia.

O Brent fechou em queda de 1,37 dólar, ou 2,63 por cento, a 50,73 dólares por barril.

O petróleo dos Estados Unidos encerrou em queda de 1,23 dólar, ou 2,52 por cento, a 47,59 dólares por barril.

"É o dólar forte, preocupação com a demanda na China e volumes fracos", disse Phil Flynn, analista do Price Futures Group em Chicago.

O dólar subiu amplamente à medida que operadores desenrolaram apostas baixistas contra a moeda norte-americana, na sequência das crescentes tensões com a Coreia do Norte e os dados de inflação abaixo do esperado.

Os preços do petróleo caíram após notícias de que as operações das refinarias na China recuaram em julho. Analistas disseram que a queda foi mais acentuada do que o esperado, reforçando preocupações de que o excesso de produtos refinados poderia enfraquecer a demanda chinesa por petróleo.

(Por Jessica Resnick-Ault; reportagem adicional de Henning Gloystein e Karolin Schaps)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos