Bolsas

Câmbio

Governo deve anunciar concessão de Congonhas e venda de participações da Infraero, diz fonte

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal deve anunciar nesta terça-feira, junto com a nova meta do déficit primário, a concessão do aeroporto de Congonhas (SP), além de blocos de aeroportos no Nordeste e Centro-Oeste, disse à Reuters uma fonte do governo que participa das discussões.

Além disso, o anúncio deve incluir vendas das participações minoritárias da Infraero em aeroportos já concedidos, como Guarulhos (SP), Brasília (DF) e Confins (MG).

Até a semana passada, era considerado como certo que o governo faria a concessão de Santos Dumont (RJ) e não a de Congonhas, mas nesta semana houve uma mudança no direcionamento da questão, visando aumentar a arrecadação para o Tesouro e manter Santos Dumont para gerar receitas à Infraero.

A decisão de leiloar Congonhas no lugar de Santos Dumont enfrentou resistências dentro do próprio governo. O Ministério dos Transportes vinha anunciando que o aeroporto do Rio seria concedido junto com outros terminais de menor porte.

Segundo uma outra fonte, a ideia de manter Santos Dumont nas mãos do governo é para "manter a Infraero viva".

Congonhas deve ser leiloado sozinho, fora de qualquer tipo de bloco.

O grupo de aeroportos do Centro-Oeste deve se concentrar em terminais do Mato Grosso. Na semana passada, o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, disse que o bloco do Centro Oeste incluiria os aeroportos de Cuiabá (MT), Sinop (MT), Barra do Garças (MT), Rondonópolis (MT) e Alta Floresta (MT).

Também, segundo declarou o ministro na semana passada, o bloco do Nordeste teria os aeroportos de Recife (PE),Maceió (AL), João Pessoa (PB), Teresina (PI), São Luís (MA), Aracaju (SE), Petrolina (PE), Juazeiro do Norte (CE).

(Reportagem de Leonardo Goy, com reportagem adicional de Rodrigo Viga Gaier no Rio de Janeiro)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos