Bolsas

Câmbio

Venda de material de construção no Brasil em agosto cai 2,9% ante 2016, diz Abramat

SÃO PAULO (Reuters) - O faturamento total das vendas da indústria brasileira de materiais de construção, descontada a inflação, recuou 2,9 por cento em agosto ante o mesmo mês do ano passado, mas cresceu 6,2 por cento em relação a julho de 2017, informou nesta quarta-feira a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Construção (Abramat).

No acumulado do ano, o faturamento deflacionado recuou 6,1 por cento, enquanto nos últimos 12 meses a queda é de 7,8 por cento segundo a Abramat.

Apesar de negativos, a entidade acredita que os números sinalizam uma retomada da atividade, uma vez que as quedas são menos acentuadas que as vistas anteriormente, embora ainda haja obstáculos.

“A crise política ainda está presente, a queda da inflação, fruto principalmente da redução da demanda, permite uma melhoria da renda real das famílias e ajuda o consumo inclusive de materiais de construção”, disse o presidente da Abramat, Walter Cover, em nota.

Para o ano, a Abramat estima que o mercado recue entre 5 a 6 por cento, devido a lenta recuperação da atividade das construtoras.

(Por Natália Scalzaretto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos