Bolsas

Câmbio

Inflação na zona do euro fica abaixo do esperado e sustenta expectativa de cautela no BCE

BRUXELAS/FRANKFURT (Reuters) - A inflação na zona do euro ficou abaixo das expectativas em setembro, mostraram dados da Eurostat nesta sexta-feira, destacando que o aumento dos preços permanece fraco e sustentando o cenário para que o Banco Central Europeu remova apenas gradualmente o estímulo.

A inflação nos 19 países membros do bloco monetário permaneceu em 1,5 por cento neste mês, contra expectativas de 1,6 por cento e abaixo da meta do BCE de quase 2 por cento.

Com a expectativa de a inflação cair mais nos próximos meses, provavelmente indo abaixo de 1 por cento no início do próximo ano, o BCE está em uma posição difícil: o crescimento econômico forte justificaria um aperto da política monetária, mas os preços ao consumidor fracos pedem a continuidade do estímulo.

O meio-termo provável é uma pequena redução nas compras de ativos a partir do próximo ano, acompanhada de uma promessa de manter a política monetária frouxa por ainda mais tempo.

O BCE deve decidir no final de outubro sobre a política monetária para o próximo ano.

O banco projeta que a inflação caia possivelmente para até 0,8 por cento no início de 2018, antes de avançar para 1,4 por cento até o final do ano.

(Reportagem de Jan Strupczewski e Balazs Koranyi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos