Bolsas

Câmbio

Maioria dos mercados acionários na Ásia avança apesar de recuo dos preços do petróleo

TÓQUIO (Reuters) - A maior parte dos mercados na Ásia subiu nesta terça-feira, seguindo as máximas de fechamento em Wall Street e dados econômicos favoráveis que impulsionaram os rendimentos dos Tresuries dos Estados Unidos e o dólar, mesmo com os preços do petróleo mais fracos pressionando o setor de energia.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,67 por cento às 7:32 (horário de Brasília), recuperando-se das quedas vistas mais cedo.

O índice Nikkei do Japão avançou 1,05 por cento, com um iene mais fraco impulsionando-o para os níveis mais altos desde agosto de 2015.

Os mercados na China e na Coreia do Sul ficaram fechados por feriado.

Os futuros do petróleo ampliavam as queda de segunda-feira diante do aumento na perfuração de poços nos EUA e uma maior produção pela Organização de Países Exportadores de Petróleo, o que limitava a alta recente e reanima as preocupações com o excesso de oferta.

O petróleo Brent caía 0,32 por cento, a 55,94 dólares o barril, depois de acumular uma alta no terceiro trimestre de cerca de 20 por cento. O petróleo dos EUA tinha queda de 0,22 por cento, a 50,47 dólares o barril.

"O quarto trimestre não é muito bom para o preço do petróleo, uma vez que passamos da demanda de verão para as expectativas da demanda de inverno", disse o diretor de investimentos da Ayers Alliance, Jonathan Barratt.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,05 por cento, a 20.614 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 2,25 por cento, a 28.173 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC permaneceu fechado.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, não abriu.

. Em SEUL, o índice KOSPI não operou.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,04 por cento, a 10.469 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,49 por cento, a 3.246 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,49 por cento, a 5.701 pontos.

(Por Lisa Twaronite)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos