Bolsas

Câmbio

Autoridades de México e Canadá resistem à "cláusula de caducidade" no Nafta

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Autoridades do México e do Canadá disseram nesta sexta-feira que a conversas em andamento para renegociar o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) não devem incluir a chamada "cláusula de caducidade" que forçaria uma renegociação do pacto de 1 trilhão de dólares a cada cinco anos.

O ministro da Economia do México, Ildefonso Guajardo, disse em um programa na televisão mexicana que o Nafta não deve exigir que seus membros (EUA, México e Canadá) refaçam o tratado a cada cinco anos ou o vejam desaparecer, conforme proposto por negociadores norte-americanos.

Guajardo acrescentou que, se os EUA optarem por abandonar o tratado, como o presidente Donald Trump tem ameaçado, México e Canadá ainda estariam sujeitos às regras do Nafta.

O ministro do Comércio Internacional do Canadá, François-Philippe Champagne, falando com Guajardo no mesmo programa de televisão, disse que uma cláusula de caducidade causaria certa incerteza.

(Por Daina Beth Solomon)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos