Bolsas

Câmbio

Anatel nega pedido da Oi e mantém prazo para operadora explicar plano de reestruturação

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) negou o pedido da Oi de um prazo adicional de 7 dias para dar explicações sobre a proposta de reestruturação da operadora de telefonia em recuperação judicial, segundo nota divulgada nesta quinta-feira.

Com isso, a Oi tem até as 14h desta quinta-feira para demonstrar que a aprovação e execução da proposta de apoio ao plano de recuperação judicial, conhecida como PSA, não oferece riscos à continuidade dos serviços da empresa.

"A empresa poderá juntar novos elementos aos autos que serão devidamente apreciados pela Anatel", informou a agência reguladora em nota.

(Por Leonardo Goy; Texto de Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos