Governo tem votos para aprovar privatização da Eletrobras, avalia Arko Advice

Luciano Costa

  • Pilar Olivares/Reuters

SÃO PAULO, 13 Nov (Reuters) - O governo federal tem votos suficientes para aprovar no Congresso seus planos de privatização da Eletrobras, mesmo em meio a um cenário tenso devido à aproximação das eleições de 2018, disse à Reuters nesta segunda-feira (13) o diretor de Estratégia da consultoria de análise política Arko Advice, Thiago de Aragão.

Ele avalia, no entanto, que uma deliberação sobre o assunto deve acontecer apenas após o Carnaval de 2018, devido à prioridade do governo à aprovação de uma reforma na Previdência e à escolha do presidente Michel Temer de encaminhar a discussão da desestatização da companhia por meio de um Projeto de Lei, ao invés de uma MP (medida provisória) conforme previsto anteriormente.

"A aprovação (à proposta de desestatização) é boa, ela é alta. Acho que ela, por incrível que pareça, é mais simples que a reforma da Previdência... já havia sondagens informais, conversas sobre o tema. O processo não foi no escuro, foi baseado em uma suspeita de que o ambiente é favorável", explicou Aragão.

(Edição de Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos