Yellen ainda prevê recuperação da inflação nos EUA mas diz estar "bastante incerta"

Por Jonathan Spicer e Stephanie Kelly

NOVA YORK (Reuters) - A chair do Federal Reserve, Janet Yellen, manteve sua previsão de que a inflação nos Estados Unidos irá em breve se recuperar, mas fez uma forte ressalva nesta terça-feira: está "bastante incerta" sobre isso e aberta à possibilidade de que os preços podem continuar baixos por anos.

Um dia depois de anunciar sua aposentadoria do banco central dos EUA, planejada para o início de fevereiro, Yellen disse que o Fed está razoavelmente perto de seus objetivos e deve continuar a elevar gradualmente os juros para impedir que tanto a inflação quanto o desemprego fiquem muito baixos.

Yellen afirmou ainda não acreditar que as expectativas de inflação caíram demais apesar de cinco anos de leituras de preços abaixo da meta no país.

A inflação deve se recuperar nos próximos anos, afirmou ela, acrescentando: "Vou dizer que estou bastante incerta sobre isso. Meus colegas e eu não estamos certos que isso seja transitório e estamos monitorando a inflação de perto".

Uma importante lição de seu mandato de quatro anos no comando do Fed foi de manter a mente aberta e não assumir que "tem um monopólio da verdade", disse Yellen a estudantes e professores da NYU Stern School of Business.

As autoridades do Fed têm repetido sua crença de que a inflação irá se recuperar mesmo com sua medida preferida de alta de preços a 1,3 por cento, abaixo da meta de 2 por cento.

O desemprego nos EUA caiu a 4,1 por cento, enquanto o crescimento econômico está a 3 por cento, provocando altas expectativas de uma alta de juros no próximo mês apesar da fraqueza dos preços.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos