Bolsas

Câmbio

Bolsas européias sobem lideradas por varejistas e bancos

(Reuters) - Os índices acionários europeus fecharam em alta nesta quarta-feira, atingindo o nível mais alto em mais de duas semanas com ganhos de varejistas e do setor financeiro, apesar do britânico FTSE sofrer perdas com a valorização da libra esterlina diante de notícias sobre o avanço nas negociações do Brexit.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,25 por cento, a 1.526 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,26 por cento, a 388 pontos.

Os bancos lideraram a maioria dos ganhos, com Lloyds, Santander e Barclays subindo de 1,8 a 3,6 por cento.

Já o FTSE caiu depois que o Reino Unido se ofereceu para pagar grande parte do que a União Europeia está exigindo para determinar a "conta do divórcio" do Brexit, aproximando os dois lados de um acordo sobre um obstáculo para abrir as negociações acerca do futuro do pacto de livre comércio, disseram fontes da UE na véspera.

A libra atingiu a máxima de dois meses ante o dólar, pressionando as ações de grandes empresas do FTSE expostas internacionalmente e com lucros em dólar, como a British American Tobacco, a Diageo e a GlaxoSmithKline.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,90 por cento, a 7.393 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,02 por cento, a 13.061 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,14 por cento, a 5.398 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,15 por cento, a 22.325 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,22 por cento, a 10.267 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,42 por cento, a 5.351 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos