Bolsas

Câmbio

Expansão de serviços da China tem ritmo mais rápido em 3 meses em novembro, mostra PMI do Caixin

PEQUIM (Reuters) - O crescimento do setor de serviços da China acelerou para a máxima de três meses em novembro, impulsionado pelo sólido aumento dos novos negócios embora a taxa de expansão continue moderada e mais fraca do que a tendência de longo prazo, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

O resultado divulgado nesta terça-feira ecoa o da pesquisa oficial do setor de serviços divulgada na semana passada mostrando que a atividade acelerou a uma taxa mais rápida em novembro, reforçando a visão de que uma esperada desaceleração da economia será gradual.

O PMI de serviços do Caixin/Markit subiu a 51,9 em novembro de 51,2 em outubro, resultado mais alto desde agosto. Leitura acima de 50 indica crescimento.

O índice havia caído para a mínima de 21 meses em setembro, após atingir máxima de três meses em agosto.

Os novos negócios também cresceram à taxa mais rápida em três meses, com os entrevistados reportando que as vendas foram sustentadas por novos clientes e atividades promocionais. Como resultado, as empresas aceleraram o ritmo de novas contratações.

Os líderes da China estão contando com o crescimento dos serviços e do consumo para reequilibrar seu modelo de crescimento econômico diante da forte dependência dos investimentos e das exportações.

(Reportagem de Lusha Zhang e Elias Glenn)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos