STF homologa acordo sobre planos econômicos e dá prazo de até 2 anos para poupador aderir

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli homologou nesta segunda-feira o acordo entre bancos e poupadores, mediado pela Advocacia-Geral da União (AGU), referente ao ressarcimento das perdas causadas por planos econômicos dos anos 1980 e 1990.

Na decisão, o ministro deu prazo de até dois anos para os poupadores aderirem ao acordo, que prevê descontos que variam de 8 a 19 por cento para quem tem mais de 5 mil reais a receber.

(Reportagem de Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos