Bolsas

Câmbio

CMN define limite de R$1 milhão para garantias pagas pelo FGC

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quinta-feira um teto de 1 milhão de reais a cada período de 4 anos para garantias pagas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para cada CPF ou CNPJ.

A contagem do período de 4 anos se inicia na data da liquidação ou intervenção em instituição financeira onde o investidor detenha valor garantido pelo FGC.

Segundo o FGC, a nova regra "envolve um número muito pequeno de investidores".

No entanto, o limite da garantia do FGC​, de 250 mil reais por CPF/CNPJ e conglomerado financeiro, foi mantido.

Os instrumentos financeiros garantidos pelo FGC não sofreram alteração.

O FGC também decidiu estender a garantia a investidores estrangeiros. As condições passam a ser as mesmas aplicadas ao investidores residentes.

(Por Aluisio Alves)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos