ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Bovespa sobe e renova máxima intradia com manutenção de fluxo de investimento

26/02/2018 11h39

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subia nesta segunda-feira, engatando o nono pregão de alta e renovando máxima intradia, apoiado na manutenção do fluxo de investimento e acompanhando o exterior mais favorável.

Às 11:37, o Ibovespa subia 0,9 por cento, a 88.076 pontos. Na máxima da sessão até agora, o índice subiu a 88.317 pontos, renovando a máxima histórica. O giro financeiro era de 2,5 bilhões de reais.

As perspectivas para a retomada da economia, assim como alguns resultados corporativos favoráveis, têm ajudado a manter o otimismo com o mercado acionário local, a despeito do sepultamento da reforma da Previdência e de mais um corte na nota de crédito do país.

O viés ganha respaldo ainda do cenário externo mais positivo nesta sessão e da manutenção da liquidez internacional.

"No Brasil, o fluxo de recursos canalizado para o mercado acionário segue forte, bem como a propensão maior ao risco por parte de gestores de recursos", escreveu o economista-chefe da corretora Modalmais, Alvaro Bandeira.

DESTAQUES

- CCR ON caía 3,19 por cento, liderando a ponta negativa do Ibovespa, após reportagem do jornal O Globo publicar que um delator da Lava Jato acusou a empresa de participar em esquema de corrupção.

- EMBRAER ON avançava 2,43 por cento, tendo no radar notícia publicada pelo colunista do jornal O Globo Lauro Jardim de que a norte-americana Boeing ficaria com uma participação de 51 por cento em uma nova empresa que seria formada com a Embraer. Segundo a equipe do BTG Pactual, a notícia é positiva e indica que o acordo segue avançando, "com probabilidades de uma conclusão aumentando".

- PETROBRAS PN subia 2,18 por cento e PETROBRAS ON avançava 2,3 por cento, apesar da fraqueza nos preços do petróleo no mercado internacional. - VALE ON tinha alta de 2,5 por cento, em linha com o movimento dos contratos futuros do minério de ferro na China.

- USIMINAS PNA avançava 4 por cento, GERDAU PN ganhava 2,83 por cento e CSN ON tinha alta de 3,61 por cento, também na esteira dos ganhos para os contratos futuros do minério de ferro e do aço na China.

- HYPERA ON tinha queda de 0,6 por cento, após divulgar alta de 117,7 por cento do lucro líquido das operações continuadas no quarto trimestre ante igual período do ano anterior, para 462,2 milhões de reais. Segundo analistas do Credit Suisse, os números para o período, foram, em geral, em linha com as expectativas.

(Por Flavia Bohone)

Mais Economia