Bolsas

Câmbio

Câmara instala comissão e inicia discussão sobre privatização da Eletrobras

Leonardo Goy

BRASÍLIA (Reuters) - O deputado Hugo Motta (MDB-PB) foi eleito no início da noite desta terça-feira presidente da comissão que vai analisar o projeto de lei que trata da desestatização da Eletrobras, dando início, na prática, aos trabalhos do colegiado.

Logo após ser eleito, por 18 votos favoráveis e um em branco, Motta confirmou que o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) será o relator do texto.

Sob muitos protestos da oposição, que pediu algumas vezes a suspensão da sessão, Motta disse que "no final, a energia elétrica não conhece esquerda ou direita".

"O que é necessário é debater como a energia vai chegar com mais eficiência e mais barata para a população", destacou ele.

Motta anunciou que a próxima reunião da comissão será na terça-feira da semana que vem, às 14h30. "Quando vamos apresentar o plano de trabalho e votar os requerimentos", disse Motta.

A proposta do governo para a privatização da Eletrobras prevê transformar a empresa em uma corporação sem controlador definido por meio de uma oferta de ações que diluiria a fatia da União na empresa.

A companhia utilizaria os recursos da operação para pagar ao Tesouro um bônus de 12,2 bilhões de reais em troca de melhores condições nos contratos de suas hidrelétricas.

Dicas para economizar energia

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos