PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

MPF quer suspender liberação comercial de sementes tolerantes ao glifosato

23/04/2018 18h17

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério Público Federal (MPF) no Distrito Federal ajuizou uma ação civil pública visando suspender a liberação comercial de sementes transgênicas tolerantes ao herbicida glifosato, produto utilizado em larga escala no Brasil há vários anos.

Segundo nota do MPF divulgada nesta segunda-feira, a suspensão da liberação emitida pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) seria válida enquanto não for concluído o processo de reavaliação toxicológica da substância pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A partir da decisão técnica da agência, a ação requer a readequação das liberações comerciais à conclusão da Anvisa, seja para cancelá-las ou liberá-las com ou sem restrições, segundo o MPF.

Atualmente, há autorizações para soja, milho e algodão tolerantes ao glifosato.

O Brasil é hoje o país com a segunda maior área cultivada com transgênicos.

O glifosato é um dos herbicidas mais usados no mundo, por mais de 40 anos e em mais de 160 países.

A Monsanto, detentora do herbicida Roundup, que contém o glifosato, afirma em seu site que o produto é seguro.

Segundo a empresa, cientistas das agências regulatórias mais exigentes do mundo já concluíram que o produto é seguro para a saúde e o meio ambiente.