PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Índices acionários da China têm pior semana em mais de um mês

25/05/2018 07h43

XANGAI (Reuters) - Os mercados acionários da China recuaram nesta sexta-feira e registraram a pior semana em mais de um mês com o sentimento piorando após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter cancelado uma reunião com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, planejada para junho.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,25 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,40 por cento.

Na semana, o CSI300 recuou 2,2 por cento, enquanto o índice de Xangai caiu 1,6 por cento, registrando as maiores quedas semanais desde o final de abril.

Na quinta-feira, Trump cancelou uma reunião histórica com o líder norte-coreano Kim Jong Un, agendada para junho, citando a "hostilidade aberta" de Pyongyang, e advertiu que os militares dos EUA estavam prontos para qualquer ato imprudente da Coreia do Norte.

Somando-se às preocupações dos investidores com uma guerra comercial, o governo Trump lançou uma investigação de segurança nacional sobre as importações de carros e caminhões que poderia levar a novas tarifas dos EUA, semelhantes às impostas ao aço e alumínio importados em março.

O secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, visitará a China no início do próximo mês para mais uma rodada de negociações em meio a atritos comerciais entre as duas maiores economias do mundo.

No restante da região, a resposta ponderada de Pyongyang ao anúncio de Trump de cancelar o encontro com a Coreia do Norte, deu alívio ao mercado, embora alguns investidores permanecessem cautelosos.

O vice-ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Kim Kye Gwan, disse que Pyongyang ainda espera uma "fórmula Trump" para resolver o impasse sobre seu programa de armas nucleares, observando que o país está aberto a resolver questões com os EUA.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,22 por cento às 7:42 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,06 por cento, a 22.450 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,56 por cento, a 30.588 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,40 por cento, a 3.142 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,25 por cento, a 3.817 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,21 por cento, a 2.460 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,05 por cento, a 10.942 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,44 por cento, a 3.513 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,07 por cento, a 6.032 pontos.