Bolsas

Câmbio

SP trabalha formalizar isenção de pedágio para eixo suspenso de caminhões

SÃO PAULO (Reuters) - A agência reguladora paulista do setor de transportes, Artesp, informou nesta segunda-feira que o governo paulista está tomando medidas para formalizar a isenção de pedágio por eixo suspenso aos caminhões que trafegarem vazios pelas rodovias concedidas do Estado de São Paulo.

"A Artesp informa que....o poder concedente está tomando providências jurídicas e administrativas para formalizar a adoção da isenção de pedágio por eixo suspenso aos caminhões que trafegarem vazios pelas rodovias concedidas do Estado de São Paulo", informou a autarquia em nota à imprensa.

A movimentação vem após o governo federal ter publicado em edição extraordinária do Diário Oficial, no domingo, medidas provisórias para atender aos pleitos de caminhoneiros, categoria que está em greve desde segunda-feira passada. Uma delas suspende a cobrança de pedágio pelo terceiro eixo de caminhões vazios em rodovias estaduais e federais.

Em comunicado separado, a Triunfo, uma das maiores concessionárias de rodovias do país, informou que o pedágio a eixos suspensos de veículos de transportes que circularem vazios, não afeta suas concessões administradas pelas unidades Concebra (GO), Concepa (RS), Transbrasiliana (SP) e Concer (RJ-MG).

Em relação a outra unidade, a Econorte (PR), o eixo suspenso fica isento a partir desta segunda-feira, mas a Triunfo afirmou não esperar impacto econômico do início da isenção, já que a alteração é sujeita ao reequilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão, assim como já acontece nas demais concessões.

(Por Aluisio Alves)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos